Resumo do twitter

Tanta coisa acontece e é tão difícil saber o que falar.

Mas aí tem o twitter, e dá pra escolher alguns tweets pra ajudar a contar as coisas.

resumotwitterPrimeiro tweet do ano: é, o ano novo foi uma festa e tanto. Eu tava com mania de escrever depois de ter bebido pra caramba. Um ou outro eu nem lembrava de ter mandado, mas algo que chamava minha atenção é que não importava o quão bêbada eu estava, eu sempre escrevia em português impecável.

Inferno astral: pelo segundo ano seguido, fui prestar atenção.

Antes das 10h: esse tweet é engraçado e MUITO verdadeiro. Rolou depois que recebi uma ligação do Rogério antes das 10h e fiquei de mau humor. HAHAHA. Foi numa sexta feira, uma bem importante, mas não por esse motivo.

Não ter mais windows 8: é um tweet qualquer aleatório, mas o que importa é que no dia que meu computador foi formatado também foi o dia que cheguei a segunda temporada de Breaking Bad, graças (ou não) ao Eduardo. Foi também um dia que eu saí de casa depois da meia noite, mesmo estando com muita preguiça, pra conhecer uma das pessoas que mais tinha coisa em comum comigo na vida.

Inferno astral dando as caras: e aí, claro, sem falhar, meu inferno astral começou. Foi um mês difícil, e ele atingiu novamente minha vida amorosa não existente, digamos assim. Mas aí ainda nem tem muito o que falar, já que a semana crítica, a última, acabou de começar. E começou tensa mesmo, e se for como no ano passado, os últimos dias ainda prometem ~surpresas. MEDO>

.

 

Anúncios

Des-gosto

AEAE primeiro post de Agosto. Aviso logo que não postarei muito from now on porque né… Minhas férias acabam esse mês e…. ANYWAY.

Um dos meus primos sempre brinca com esse trocadilho: Agosto, mês do desgosto. E aí que eu tinha esse post preparado na cabeça e super combinou com tudo.

(vou falar umas abobrinhas antes do post começar né, pra contextualizar :B)

Então… Já faz um tempo que coisas andam me pertubando. Não, essa palavra é muito forte… Azucrinando é melhor. E tudo vem do Twitter. Não sei se fui a única a reparar em como a maioria das pessoas só reclamam,  odeiam tudo…

Bom, como EU não acho que esse seja o real propósito do twitter, minhas reclamações eu guardo pra mim. Mas como tenho esse blog que é meu e lê quem quer, resolvi postar aqui. Mas não se preocupe, reclamar está longe ser meu hobby, não vou fazer disso um hábito. Pra ficar até organizado, toda vez que essa imagem:

aparecer aqui, você  já sabe que o post vai ser sobre alguma reclamação minha. Aí você pode ignorá-lo sem perder tempo ou você pode ler e concordar comigo

Então, vamos lá né:

1. Uma das coisas que mais me irrita no mundo são rótulos. Sério. Se existisse um livro, tipo um dicionário, com cada definição e exemplo de rótulos como o que é rock, punk, pop, emo, indie… eu seria uma pessoa mais feliz. Porque dizer coisas como Capital Inicial é rock, realmente me pertubam. Eu já não uso rótulos faz tempo, porque não sou fã de usar/falar coisas que eu realmente não sei o significado. Sou adepta do alternativo. Chamo tudo de alternativo pra evitar discussão. Mas até hoje me dói ver as pessoas banalizando os termos…

2. Meu ‘vício’ por esmaltes me levou num mundo novo da moda, que até hoje eu tento entender, mas que não, muito complicado pra virar way of life. Daí que nesse mundo né, por incrivel que pareça, nem todas as meninas são patys daquelas que eu costumava ver nos filmes. São meninas legais, entendidas do assunto. Mas é claro que há suas exceções. Ao invés de encontrar aquela paty antipática… encontrei aquela paty que quer ser da onda… ela não quer ser a mais linda, bem vestida, ela quer ser o próprio produto de tudo aquilo que está na moda. Tuuuudo o que ela faz é DEMAIS, a melhor aventura de sua vida… ela só vai para os lugares mais badalados com a turma pop….sempre por dentro das tendências…

E eu ? O que eu tenho a ver com isso? NADA. Só queria saber o que se passa realmente dentro da cabeça de uma pessoa assim… sério.

3. A última coisa que vem me irritando profundamente são os reclamões mesmo. É o tipo de pessoa que tá lá no twitter… aí tá vendo vááárias pessoas comentando sobre determinado assunto…filme, seriado, banda, música, pessoa… ou então seus amigos descolados ficam te indicando algo com a promessa de ser a coisa mais perfeita que eles já viram… aí se acham a última  coca-cola do deserto ( agindo como se sua opinião fosse A coisa mais importante do universo) e simplesmente falam MAL de tuuuuuuuuuuuuuuuuuudo, tudo, tudinho mesmo, TU-DO. Agora eu pergunto: O ser tá lá no twitter vendo a galera falando bem ou mal de algo que ele nem sabia que existia…ai ele se dá o trabalho de assistir, e no segundo que acaba já tá lá falando MAL como se fosse o entendedor do assunto. Me diz se eu vou me importar com isso???? Não né, por favor.

Olha, é complicado. Pior mesmo é quando você vê pessoas que você conhece, que você gosta, que você admira, comentendo coisas desse tipo. Na minha HUMILDE opinião, o twitter é algo perigoso pelo simples fato de expor você na sua essência, já que cada vez mais é dificil evitar escrever lá tudo o que vem na sua cabeça, sem considerar as consequencias ou o real significado daquilo. Eu falo isso até porque não escapo dessa realidade… já cansei de contar as vezes que escrevi coisas lá que me arrependi depois. Mas uma coisa eu posso falar, não cometo nada disso que escrevi aí em cima, até porque NÉ, são coisas que eu não curto meeeeesmo. Tem muita coisa no twitter que me deixa mas, anyway… assim como as pessoas não vão simplesmente mudar, eu também não vou simplesmente parar de usá-lo. FATO. Só queria deixar registrado minha frustração aqui.

Em breve eu volto com mais!

Até.

Twitter,minha gente.

English version HERE.

Bom,hoje me deu vontade de falar sobre algo meio,hum, batido?
TWITTER.
Sim,pra mim é algo meio batido,considerando que eu já li muito mais matérias sobre esse programa do que eu gostaria.Mentira,gostei de ler sim, agora vou dar meu parecer sobre o assunto.

Pra início de conversa, eu decidi entrar nessa rede depois que li uma matéria sobre ele na revista Época,edição 565,de 16 de março de 2009.Não era coisa simples, era a matéria de CAPA.

epoca 565

Eu já tinha ouvido algo sobre essa rede.E depois que li a matéria, sei lá,criei um certo “carinho” pelo Twitter.
Fiz minha conta e comecei a seguir alguns amigos e algumas personalidades de lá.E minha primeira grande surpresa veio com o Perez Hilton.Ele simplesmente anunciou a morte da atriz Natasha Richardson antes de todo mundo.Sim!Depois de dois dias é que foram confirmar mesmo a morte dela (minha amiga Larissa comenta mais sobre esse caso AQUI).
Minha segunda grande surpresa foi com a atriz Demi Moore, que supostamente ajudou a evitar um suicídio.
E a minha terceira surpresa…huh, nem tão importante assim, mas que merece destaque aqui, é a conversa cheia de elogios entre John Mayer e Demi Lovato,pelo Twitter.Achei essa,no mínimo,engraçada.

O fato é que, sim, eu acredito que isso vá se tornar uma febre,mais que isso, Twitter ainda vai me surpreender muito.E é diversão garantida!Eu recomendo! (e a revista Época também, já que parece que em toda edição ela faz menção a algo relacionado ao Twitter!)

Quer se juntar? twitter
Quer me seguir? clauudinhaa
Quer ler sobre os fatos citados acima e ainda sobre coisas legais do Twitter? mashable.com

Revista Época