Mais Favoritos

Admito que só coloquei 5 favoritos post passado porque tava atrasada. Queria continuar hoje, mas tô com problema de memória e não lembro do resto

Anyway, vou colocar aqui então o único que entra na categoria Pago Pau (vide post passado para a legenda) e alguns importantes que ainda lembro. Daí vou atualizar o About e colocar todas as minhas preferências lá e pronto, ok?

Johnny Depp (!!)

Foi o primeiro ator por quem me apaixonei. Tinha uns 10, 11 anos e meu filme favorito era Sleepy Hollow (A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça). Lembro que comprei um livro e assisti aquele Hollywood True Story ou algo do tipo e fiquei sabendo tudo da vida dele. Também tinha (tenho, na real) toda a filmografia dele no meu diário de 03/04 (nessa época não existia IMDB na minha vida). Foi por lá que consegui assistir grande parte dos filmes dele. Os que ainda não vi: Private Resort, Cry Baby, Slow Burn, Platoon, Arizona Dream, Ed Wood Dead Man, The Astrounat’s Wife, The Man Who Cried, Before Night Falls, …And They Lived Happily Ever After e The Imaginarium Of Doctor Parnassus. Parece muitos né? Mas contando que ele tem quase 50 filmes no seu currículo, 12 não é taaaanta coisa. Maioria destes são os antigões e alguns realmente nem me interessam. Acredito que assisti todos os que realmente me interessavam ( com excessão do Ed Wood e do Doctor Parnassus, que ainda verei). Anyway, Johnny Depp for life!

Jonathan Rhys Meyer (!)

Ahhh Jonathan, meu irlandês lindo e preferido… Lembro do dia  que assisti o primeiro filme que vi com ele: Bend It Like Beckham (Driblando o Destino). Não tinha absolutamente nada pra fazer e a única coisa que o tédio me permitia fazer era ver um filme. E claro, logo quando eu tenho saco pra ver filme, não tem nenhuma raridade passando. Tava mudando de canal quando vi a Keira Knightley. Como curto ela (vejam a seguir)… Resolvi deixar lá. Fiquei apaixonada pelo quase figurante que era o Jonathan, até então super desconhecido pela minha pessoa. A participação dele era mínima, mas me ganhou pela beleza falo mermo … Aí fui atrás de nome e filmografia e acabei vendo: Match Point, August Rush e The Tudors, a série. Ainda me falta ver From Paris With Love… Ele não tem graaandes filmes no currículo, mas tirando por The Tudors, dá pra ver que ele tem potencial sim. Espero que as escolhas futuras dele mostrem mais o que ele tem a oferecer.

Keira Knightley (!)

Ela, todo mundo conhece né? Não tenho muito o que falar então. Primeiro filme que vi foi The Hole (O Buraco). Aliás, acredito que este tenha sido um dos melhores filmes da Keira que já vi. Ele é meio thriller, suspense, tipo de filme que eu curto muito por, acima de tudo, exigir boas interpretações. Não é todo ator/atriz que convence  num filme de terror/trash/suspense. E ela estava muito bem (e nova) em The Hole. Recomendo. Depois desse vei0  o já citado acima, Pirates of the Caribbean, Love Actually, The Jacket e Pride & Prejudice. Entre os que eu não vi estão Star Wars Episode I, King Arthur, Atonement e The Dutchess, entre outros. O grande problema pra mim em seguir a filmografia da Keira é o fato de ela optar MUITO por filmes de época. Honestamente, são filmes que não fazem meu tipo, mas uma vez ou outra eu abro exceções, como em Pride & Prejudice, que é mara :B

M. Night Shyamalan (!)

Quero primeiro dizer que acertei o nome dele sem colar proud *-* E depois que, sim, ele é aquele diretor de The Village (A Vila), The Six Sense (Sexto Sentido) e The Happening (Fim dos Tempos). Ai todo mundo fica chocado né? Ou não. O que eu sei é que eu sou a única pessoa que eu conheço que curte o cara. Diga o que quiser, mas The Village e The Six Sense tá no meu TOP 20 de filmes mais legais de todos os tempos e The Happening é um filme muito sem noção sobre o fim do mundo que eu achei criativo, saindo daquele negócio de terremotos e tsunamis gigante e et’s. Anyway, não que o cara seja a melhor coisa do mundo, né… Mas acho que muita gente subestima ele e sua criatividade non sense.

Jason Reitman (+)

Jason é um plus que vai subir e quem sabe se tornar um !! É diretor também, começou com Operation, depois In God We Trust, mas foi só com Thank You For Smoking que ele entrou no mapa ¬¬ Já dirigiu um episódio de SNL *_* e dois de The Office, além de fazer Juno E Up In The Air, é canadense e tá dirigindo e fazendo ponta em mais um filme da Diablo Cody, com a Charlize Theron no elenco. Olha, depois de Juno achei que eu ia Pagar Pau pra tudo o que a Diablo Cody inventasse, mas quebrei logo a cara com Jennifer’s Body. Como todo mundo tem direito a sua opinião, a minha é que qualquer coisa com a Megan Fox no elenco acaba sendo roubada. SIM, eu assisti o primeiro Transformer e ela não tava muito mal não, até porque a presença dela não era lá crucial. Mas sério, um filme com ela no elenco pra mim passa direto, tem que ter uma BELA razão pra eu querer ver. Deixando isso de lado, cruzo os dedos pra que dê certo essa nova parceria Cody/Reitman. E torço mais ainda pra que venham mais comédias com assuntos sérios e elaboradas cenas de aberturas que só ele proporciona.

E é puramente isso minha gente. Sei que é pouco visto que tem mais uns montes de nomes que poderiam estar aqui, mas que não me LEMBRO no momento. Fiquem ligados que em breve trago mais. Até.

UPDATE

Gente, não posso deixar esse post passar sem a presença de Alan Rickman. Mil perdões.

Alan Rickman (!)


Falha minha. Como não lembrar dele??? Anyway… Claro que como uma adolescente pirralha que fui, conheci ele através de Harry Potter HAHAHAHAHA E tenho que admitir o carinho pelo filme por me dar a graça de ver Alan Rickman de cabelo preto e longo ( eu sei, vc deve odiar, mas eu adoro =x). Desde o começo o Snape foi meu personagem favorito. Normal, sempre tive queda por vilões. Acredito até que se, Deus me livre, eu fosse vítima de sequestro, as chances seriam grande de eu ter a Síndrome de Estocolmo. ANYWAY. Filmes dele que eu vi: os do HP, claro, Love Actually, SNOW CAKE *-* (merece um post separado), Perfume: The Story of a Murderer, Sweeney Todd e Alice In Wonderland. Tá que nesse último ele só emprestou a voz né. MAS poxa, que voz. Não vou me prolongar muito aqui porque um dia virá um post sobre Snow Cake aí eu vou me acabar de falar dele lá. =D

TGTG

Oláááá!

Hoje larguei o The Sims 3 pra vir aqui postar sobre algo muito legal, do meu ponto de vista. Claro, se você não curtir, tudo bem, pelo menos você vai ler/aprender algo novo. O assunto hoje é filme. HEHEHE. O nome do post é na verdade a ‘sigla’ de uma comunidade que eu sigo no orkut e que acabou se tornando (depois de uns dois anos me aprofundando na area) meu estilo favorito *-*

Anyway, a sigla significa Trash, Gore e Terror em Geral.

Vou falar então de cada parte desse estilo que, óbvio, não é um só, mas que casam perfeitamente.

_________________________________________________________________________

Comecemos então pelo começo. O que são filmes TRASH?

– Ora, muito simples! São aqueles de baixo orçamento, que geralmente contam uma historia absurda e/ou fantástica e que geralmente tem por base o terror, mas não exatamente a missão de assustar, e sim de, errr, fazer rir. Muitos até dizem que é Trash porque é mal feito, o que acaba dando um tom perjorativo ao termo. Essa é a definição mais básica, conhecida e acredito que difundida deste estilo. E não está errada nem incompleta. Mas existem os detalhes. Como, por exemplo, o fato de trash ser um estilo. Dãã, já disse isso nean?! Pois então, a onda é que o filme trash não é trash por causa do baixo orçamento. Ele é trash porque PARECE de baixo orçamento. Ou seja, qualquer diretor fodão ricão pode ter 38957435749532492849234 dólares e ainda assim fazer um filme trash, daqueles que você vê e pensa ‘ Pô, podia fazer um igualzinho aqui no quintal, só precisaria de 50 reais!’ brinks, 50 reais não paga os atores, nean!

Acredito piamente que este estilo é incompreendido. Tipo, gente que não vê filme trash porque é muito ruim, malfeito, feio, e não dá medo. Mas se você SABE que o filme é pra ser assim, você vai gostar. Ou pelo menos não vai odiar e dizer que o filme é um droga. O que ele é na verdade é ‘uma forma de arte visual, escrita, falada e regurgitada’.

Então vamos lá com os clássicos do gênero. Falando do trash dos EUA, é tipo MILHARES de filme e pessoas nean, então vamos nos mais famosos e bizarros! Ed Wood! O cara do Trash!

Glen Or Glenda, de 1953, contou com a participação de Bela Lugosi o drácula. Claro, na época, e s até hoje, o filme é considerado ‘drama’, o pior filme de todos os tempos e Ed Wood, o pior diretor ever. O que eu falei sobre as pessoas NÃO entenderem de Trash??

Esse filme é tipo a cara do Ed né. Ele fala sobre travesti e transsexualidade de uma forma bem…tosca? Agora me diz, quem em 1953 vai curtir e dizer ‘ QUE PUTA FILME TRASH!’ ???????

Vale lembrar que, conta a lenda, que Bela Lugosi topou participar deste filme porque estava drogado e bêbado e que o próprio Ed fez o papel principal.

Outra coisa legal é QUE o querido e em-alta Tim Burton fez um filme sobre o grande Ed Wood, chamado Ed Wood, com o Johnny Depp *-* no papel principal. Ele até se vestiu ge Glenda !!!! Acho que é um dos únicos filmes do Johnny que eu INFELIZMENTE ainda não vi =(

Outro ‘cara’ do Trash é nada mais nada menos que Peter Jackson, do King Kong. E não, King Kong NÃO é o seu filme Trash. Bad Taste (Trash – Náusea Total) sim. E digo mais, é um clássico ferrado do gênero!!!! E, claro, foi o primeiro filme do Peter… o Peter de The Lord of the Rings e The Lovely Bones (Um Olhar do Paraíso)!!!!!!

E pra terminar a parte Trash, não podia deixar de falar do nosso brasileiro, querido e aclamado José Mojica Marins!!!!!!!!!!! Well, na verdade só vou citar ele….porque né, precisa dizer alguma coisa? Eu sei, precisa, mas ainda tem muito pela frente e Jose Mojica precisa de um post só dele.

_________________________________________________________________________

Moving on, vamos falar de GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORE.

Devo admitir que ultimamente andei vendo muito filme Gore. E a bad vibe deles não é legal. hehehehe.

Acredito que Gore é tipo a parte mais legal desses gêneros. Na real, falando da minha opinião e sem colar consultar nenhum outro lugar, eu diria que o Gore não chega a ser um gênero de filme, e sim uma característica. Por exemplo, Bad Taste, já citado ali em cima, tem Gore. A gente ( eu e um galeral aí da comunidade e tal) diz que um filme é/tem Gore quando há desmembramento e violência. Por isso novamente dizemos que que Bad Taste se encaixa.

O Gore, ou cinema Splatter (tipo cinema de jorro de sangue, sabe?) basicamente consiste na destruição humana. É tipo Jack o estripador, mas com todo um lance técnico e visual, pra ficar real e repulsivo. Esses filmes acabam tendo uma trama e/ou narrativa bem simples, pois o objetivo principal é causar com suas cenas de violência e muito sangue, e não contar uma história complexa.

Agora quando eu citar algumas obras deste ‘gênero’, muuuuuitos irão reconhecer. Porque quem foi que nunca ouviu falar de George A. Romero? HEIN HEIN HEIN????

Siiiim, o Grande George, O CARA.

O idealizador de The Night Of Living Dead (A noite dos Mortos Vivos), Dawn Of the Dead (Despertar dos Mortos) e muitos outros filmes

. O cara na verdade fez surgir um gênero a parte, os dos Zumbis, como se pode notar na imagem ao lado e em grande parte (senão todos) de seus filmes.

E acredito que alguns ou muito dos seus filmes estão na categoria Trash graças aos seus (d)efeitos especiais.

Diria que o George é mais O CARA dos zumbis do que do Gore em si. Na real, os filmes mais recentes estão MUITO mais Gore do que os antigos… Por isso vou me focar mais neles. =D

Pra falar de Gore, não posso deixar de comentar sobre Cannibal Holocaust( Holocausto Canibal?). Foi um filme que vi, inclusive passei pra alguns amigos, e que todos achamos chocante. Olha, não recomendo pra ninguém que tenha estomago fraco e… sei lá, que se deixa impressionar facilmente.

Esse filme é outro que merecia um post próprio, mas acredito que não tenho capacidade para tanto. Ouso dizer que Cannibal é mais marcante pelos ‘efeitos reais’ do que pelo Gore em si. Sim, porque há filmes bem mais Gore. Mas Cannibal não deixa de ser referência e influenciar outros, como influenciou The Blair Witch Project ( A Bruxa de Blair).

E como não falar de Gore sem comentar o brother Quentin Tarantino????????? Pois é. O cara não é o rei dos filmes Gore, mas poxa, as produções dele são foda massa porque tem de TUDO. Tem trash ( e ponha trash nisso!), gore, comédia (?), zumbis ( Planet Terror não?) e Torture Porn ou Goro (Gore + Porn). É, esse é um gênero que eu nem comentei lá em cima porque não é um dos meus favoritos. Mas se eu fosse falar do Quentin, tinha que citá-lo. E só pra dar uma leve pincelada no assunto, Torture Porn, Gorno , são filmes que envolvem o Gore e muita coisa/quase tudo que envolve sexo. No caso do Quentin, acredito que seja algo mais leve e que exemplo disso seria o Death Proof (que tá estreando HOJE nos cinamas *-*) que, hum, resumidamente envolve mulheres-gostosas-semi-nuas.

Desse gênero, um exemplo super atual é o filme holandês The Human Centipede ( A Centopéia Humana)

Pelo nome você deve achar que é um simples filme trash. Mas não. Até onde eu li tá todo mundo, tipo assim, rejeitando a ideia desse filme. Rejeitando não é a palavra. Tá todo mundo chamando o cara de louco maníaco. Esse filme até passou no SP Terror 2010 e parece que no Fantaspoa 2010. Bom, não faço questão nenhuma de ver. hehehehehehe.

____________________________________________________________________________

Deixei o mais fácil pro final. Mais fácil porque todo mundo conhece né? Só pra ficar claro como a neve, Terror é tudo aquilo que envolve o sobrenatural e o desconhecido. Filmes de terror bombantes hoje são os estilo REC E Paranormal Activity, ou seja, desconhecido e sobrenatural. O Terror de antigamente era mais os assassinos sobrenaturais (aqueles que nunca morrem e sempre estão em todos os lugares, ou correm bem mais rápido que as presas, mesmo  tendo morrido várias vezes) bem Jason, Freddy, Mike e derivados. Os de terror do passado hoje pra mim são trash, porque o efeitos são bizarros e eu rio mais do que fico com medo. hehehehe.

Aqui vai uma foto bacana de um apanhado de filmes.

1408, The Grudge( O grito),The Ring (O chamado), 30 Days Of Night (30 Dias de Noite), Faet (espíritos 2), the univited ( O Mistério das Duas Irmãs), Pet Sematary ( Cemitério Maldito), Friday the 13th (Sexta Feira 13), Dawn of the Dead (Madrugada dos Mortos) The Messengers (Os mensageiros).

Alguns aí são mais que terror. Digo, tem outros gêneros já citados envolvidos.

___________________________________________________________________________

Isso é tudo por hoje. Espero que tenham curtido.

Pra saber mais, indico:

* Desciclopédia;

* Cinéfilo de Plantão;

E o grande majestoso Boca do Inferno, cujo link vcs encontram ali do lado ( A fonte dos filmes Porrada) —–>

Semana que vem eu volto ehehehehehe =*

Aventuras de Finais de Semana

Cãrã, feriado.

Surgiu uma proposta alternativa e eu aceitei, afinal teddy e eu andamos passando MUITO tempo juntos! sem ressentimentos teddy!

A proposta foi: vamos dar uma voltinha em Presidente Figueiredo? Eu: Ok.

Well, pra resumir essa parte, fomos a uma cachoeira e lá eu vi a luz!!! *musiquinha angelical ao fundo*

terror

Hehe.

Sim, se você pensou ‘ ela teve a brilhante idéia de fazer um filme de terror TRASH em Presidente Figueiredo e arredores’  você pensou certo!!!!

Meu novo projeto será esse…esperem pra ver!! e paguem tbm,preciso de patrocínio

formaçao

SHAUSHUAHSUHASUHASHASH.

Ok, voltando ao passeio, FOI MARA. Bom saber que eu tenho a capacidade de enfrentar programas alternativos e ainda came up com boas idéias !!!

Aproveitem, ainda estou nessa onda!

 

t-chau.