Official SoundTracks

Aloha!

Primeiro post decente no novo layout hehehehe

Então, hoje resolvi falar de assunto meio alternativo. Trilhas Sonoras. Sim, música + filme, combinação perfeita. Mas por alguma razão eu sinto que as pessoas não dão muito valor pra esse estilo. Assim, quando elas estão lá assistindo o filme, de boa, super compenetradas e aí no momento exato toca a música exata e tudo fica lindo,as falas, o feeling, tudo se encaixa perfeitamente e você sente que aquela é a cena mais perfeita ever. Pois é, trilha sonora é importante também. Na minha opinião, 40% do filme é construído por ela. Se as músicas forem, assim, erradas ou tão nada a ver que você nem escuta, o filme tem chance de flopar no meu conceito, ou seja, se eu não curtir a trilha ou se ela for dispensável, well, o filme com certeza não vai fazer muita diferença pra mim. Não estou sendo extremista aqui, veja você. Só acho que se as duas coisas casarem, é meio dificil eu não curtir =)

Então, pensando nisso, decidi fazer uma listinha das OST que eu mais gosto. Mas tá em ordem aleatória, vou lembrando vou colocando! E aqui é só os top top, porque tem muuuitos filmes com trilhas sonoras legais.

Rapidinho, antes de seguir com a lista, é preciso esclarecer uma coisa. Não sei se todo mundo sabe, mas existe dois tipos de trilha sonora: a normal (various artists/ soundtrack) e a score, que é só das músicas instrumentais. Então alguns filmes só tem Score (como, sei lá, Pride and Prejudice) e outros tem os dois (como New Moon, se não me engano). Dito isso, vamo lá.

1. Elizabethtown (Tudo Acontece Em Elizabethtown)

Acho esse filme TÃO fofo por motivo inespecífico. Mentira, a trilha é boa (tá aqui por isso nean) e o tema dele em si é bom, tipo morte e tal, fracasso, coisas ruins da vida né. Mas o que eu mais gosto é a parte da Road Trip. Gente, ROAD TRIP *-* MOCHILÃO. Adoro demais, queria viver só de mochilar por aí.

Anyway, de volta a trilha. Essa foto aí de cima é da Score do filme, os instrumentais. Vejam vocês que existem DOIS cds de Score desse filme! Todos pela Nancy Wilson(Vanilla Sky/P.S. I Love You). Mas na verdade eu gosto mesmo é do ‘various artist’ (o tipo normal). Entre as minhas preferidas estão It’ll All Work Out(Tom Petty) e My Father’s Gun(Elton John). Essa última, nossa, ficou em loop infinito por meses na minha playlist.

Essa trilha é praticamente composta pelo Tom Petty. Ele canta uma porrada de música. E eu curto o cara e esse estilo folk e old times. Sem falar que tem Moon River também na trilha e essa música me mata (*cold case*). Mas fica aí a dica. Download here.

2. Meet Joe Black ( Encontro Marcado)

Esse é meu filme preferido. Eu sei. Eu toda fã do terror e do gore e meu filme favorito é todo mimimi. Well, não é tão ruim assim antes meu filme preferido era My Best Friend’s Wedding … podia ser BEM pior… Anyway, nesse filme o que me encantou mesmo foi a Score. Na real, nem sei se tem outro CD. Acredito até que eles misturaram músicas instrumentais com as normais. Mas na verdade a única música ‘normal’ que eu lembro no filme é Somewhere Over The Rainbow/What A Wonderful World do Israel Kamakawiwo’ole, que toca nos créditos hehehehehehehe Então, a música que me ganhou e que mexe com meu coração é Whisper Of a Thrill. O responsável pela Score é o Thomas Newman( The Shawshank Redemption/American Beauty). Bom, não sei quantos de vocês tem uma queda por música clássica/instrumental e tal, mas aí vai o link do download.

3. Kick Ass ( Kick Ass – Quebrando Tudo)

HAHAHAHAHA. Esse filme é massa demais. Adoro a Chloe Moretz. Ela é que tá no remake de Let the Right One In. Vou ver porque né.

Voltando a trilha. Gente, esse é um dos poucos filmes em que a trilha as vezes se sobressai mais do que a história. Perfeito exemplo de como ela pode influenciar positivamente a história. Você fica totalmente na vibe do filme, muito onda. É uma trilha mainstream devo dizer, but whatever. Entre os destaques estão An American Trilogy do Rei Elvis e Make Me Wanna Die da The Pretty Reckless, vulgo a banda da Jenny de Gossip Girl. Mas as minhas preferidas, claro, são Stand Up (The Prodigy), Banana Splits (The Dickies) e Bad Reputation (The Hit Girls(?)) pelo simples fato de que elas tocaram no momento certo do filme e pra mim, deram toda a magia e a vibe cool do filme. Aqui tem pra baixar.

4. Pride And Prejudice ( Orgulho e Preconceito)

Dario Marianelli (V for Vendetta/ Atonement), seu lindo. Ouvir a música que toca o filme todo, seja quando a Lizzie esta tentando ou então quando a irmã do Mr. Darcy toca divinamente bem( o nome da música é Dawn), me fez querer ter aulas de piano URGENTE. Até fiz, por 5 meses. Ou seja, tô na mesma. Queria voltar a fazer, mas cadê piano/teclado/qualquer coisa pra eu treinar? Sério, sem treino eu vou levar uns 10 anos pra aprender, mais 10 anos pra saber tocar essa música e mais 10 anos pra tocá-la bem. Mas então, outro cd de Score, muito lindo. Adoro. Baixem.

5. Into The Wild (Na Natureza Selvagem)

Já que eu tô na vibe das coisas calminhas e profundas… nada melhor do que falar  de Into The Wild. Acho muito massa que todo mundo que vê esse filme, ama. Simples assim. Eu também amo, eu também chorei e eu também quero fazer o que ele fez. Ok, vamos voltar pra trilha do filme. Outro exemplo de como a trilha casa com a história e tudo fica lindo e os nossos sentimentos são intensificados 1000x. Né não? Eddie Vedder( Pearl Jam) em todo o seu brilhantismo aqui. As minhas preferidas são Hard Sun, Guaranteed, No Ceiling, Society e todo o resto do cd. É simplesmente lindo, cara, não dá pra escolher. Se você ainda não viu o filme (seu louco), CORRE e veja. E se você não tem a OST, agora você pode ter.

6. Saw (Jogos Mortais)

Ahhh… eu lembro do dia que eu fui assistir esse filme. Tinha apenas 14 anos e empurrei meus dois primos mais velhos que nem são fãs de cinema (WTF) comigo. E lembro da sensação que senti ao sair do cinema depois de um puta filmasso. Sem falar do prazer em ouvir eles falando que tinham adorado blablabla. Lindo de viver. Coisa que acontece, assim, uma vez na vida outra na morte, nem lembro mais qual foi o último filme que vi e que mexeu comigo mentira foi Black Swan mas tinha que falar isso pra dar ênfase a ideia hehehe Anyway, James Wan, você é mara como diretor! E a trilha, ui. Pra falar a verdade, eu gostei porque, de novo toda hora, a trilha casou com o filme e o feeling foi muito bom. Mas tenho que ressaltar a melhor parte pra mim. SPOILER SE VOCÊ AINDA NÃO VIU. Hello Zepp tocando na hora que o Jigsaw, que passa o filme todo se fingingo de morto, levanta naquele quarto escuro, abre a porta e vai embora, FOI lindo. Me ganhou. Hello Zepp já foi até meu toque de celular. A trilha você pega aqui.

E aí a gente fecha com os filmes. Mas eu reservei um espaço pra falar de uma galera especial. Porque, afinal, não se fala de OST sem falar de, por exemplo, Danny Elfman, né?

Então, começando por ele. Todo mundo já ouviu falar né? NÃO???? Poxa. O cara assim é tipo o rei da coisa, tem milhares de trabalhos fodásticos. Vou apenas citar meu favoritos: The Nightmare Before Christmas, Big Fish, Chicago, Desperate Housewives… Ele tem muitos trabalhos!

Outro também que não poderia faltar é o Hans Zimmer. Não parece familiar?? Bom, aqui vai SÓ os meus preferidos: The Lion King, Hannibal, The Ring, Madagascar, Pirates Of Caribbean: Dead Man’s Chest, The Dark Knight e Inception. O cara é f***. Meu preferido so far in the moment.

E por último, Alexandre Desplat. Tenho que admiti que conheci o trabalho dele através de New Moon… E assiti Julie & Julia também. E Harry Potter and the Death Hallows é dele, as duas partes. Outro famoso é Girl with a Pearl Earring. Fora os milhares de filmes franceses com os quais ele colaborou. Tem futuro esse aí.

De novo, Thomas Newman, porque não posso deixar de mencionar: Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events, Finding Nemo, Fried Green Tomatoes.

E pra acabar, uma menção honrosa a Daniel Licht, por Dexter, porque eu amo a música do final. HEHE

E aí, quais são os compositores/as trilhas sonoras preferidas de vocês?

Anúncios

Jennifer Carpenter!

Então, estou esperando há tempos pra fazer post sobre meus atores/atrizes preferidos. Comecei com o da Allison Lohman, que eu adooooooro demais, mas parei na metade por falta de tempo de fazer um post decente. Ele ainda virá, não se preocupem.

Hoje a minha vontade mesmo é de falar da

Jennifer Leann Carpenter, ou Jennifer Carpenter.

Pegadinha do Malandro RÁ

Seu filme mais famoso ever é O Exorcismo de Emily Rose. Então muita gente deve reconhecê-la.

Falando um pouco dela:

* nasceu em 7 de Dezembro de 1979 em Louisville, EUA;

* frenquentou a famosa escola Juilliard em Nova Yorque;

* formou-se na Companhia de Teatro Walden;

* surgiu na Broadway em The Crucible, dirigido por Richard Eyre, montagem co-estrelada por Laura Linney e Liam Neeson;

Sua primeira participação foi em People Are Dead, filme que eu ainda não vi, mas me parece interessante. Continuou fazendo pontas em filmes não tão famosos, até chegar em White Chicks ( As Branquelas). Fez um pontinha lá tbm, como uma das amigas louquinhas das ‘gêmeas’.

Não lembra? E se eu falar que ela tava na cena do vestuário onde uma das usurpadoras tava tentando vestir algo? Ela deu uma de Drama Queen e tal, se achando gorda… Não? E com essa foto abaixo?


Daí, mais dois filmes e…e…e…TCHANRAN: The Exorcism of Emily Rose (O Exorcismo de Emily Rose).

Seu primeiro grande papel. E MUITO BOM, na minha mísera opinião. Admito e até concordo que o filme e a história não são legais. Digo, são clichês. Mas a interpretação dela e três ou quatro cenas valeram meu ingresso.

Aí, três anos depois, mais um papel principal(?): Quarentine.

Eu curti o filme. Sim, remake americano. Mas ainda acho que valeu assistir. E, sei lá, já tinha um carinho especial por ela. Sem falar que sua capacidade de gritar e fazer caretas atuação continuava me agradando.
Aí… Eu comecei a ver Dexter.

Foi quando virei fanzona dela. Tava cansada de vê-la só em filme de ‘terror’. Gosto de atriz/ator versátil, que faz vários papéis diferentes e me convece em todos. Tipo Johnny Depp. E foi em Dexter que eu vi esse lado dela, uma pessoa ‘normal’ sem fantasmas, diabo e meninas canibais/zumbis por perto.

Ahhhh, e Dexter… Nem vou me prolongar neste assunto. Basta dizer que a série é digna de se ver e de que na série ela faz o papel de irmã do marido dela na vida real. Aliás, que marido:

Olha a carinha dela de: Gosssshtou nean?

E é isso. Espero que o sábado seja decente!

aguardem por mais.

Maria Cláudia ;*