Notícia dos últimos minutos do sábado, 23 de julho de 2011

Estou eu no computador, olhando o FB, quando mamãe entra no quarto:

– Já soube da Amy Winehouse?

EU – Não. Que foi? Ela morreu?

MAMÃE – Morreu, tá dando na TV.

EU – HAHAHAHAHAHA, sééério???

Sim, meus caros, a notícia é recente. Amy Winehouse is DEAD.

Não me entendam mal. Eu adorava a voz dela e maioria das músicas que ela cantava. Mas poxa. Pensem comigo: é fato e todos sabem que todos vamos morrer mais cedo ou mais tarde, né não??? Fato também que com a Amy, era mais cedo mesmo.

Ai o que acontece quando todo mundo descobre a notícia? Todo mundo posta nas redes socias como se todo mundo não soubesse. E pior, é aí que você conhece os MAIORES FÃS DELA DE TODOS OS TEMPOS dos vinte minutos atrás.

Como se não bastasse, a mamãe deixa a TV bem alta naqueles programas que não tem assunto melhor pra falar e que agora tão fazendo uma cobertura COMPLETA sobre um fato ocorrido e incontestável.

Bom, não vim aqui pra falar de comportamentos alheios, mas já falei, não vou apagar. A única coisa que me resta comentar é:

WELL DONE, AMY, YOU’VE MADE TO 27!!!

Anúncios

Do you Poke Smot?

Achei outro site de músicas legais. Achei não, eles me acharam. Pelo Facebook recebi um link desse site. ‘Curti’ e agora todo dia tenho uma recomendação de música na minha ‘parede’. Achei válido compartilhar porque so far as músicas que eles postam muito me agradam, mesmo que maioria eu nunca tenha ouvido falar.

O nome do site é Poking Smot. Só clicar no nome pra ir lá. Não esqueçam de ‘curtir’ 😉

poking smot will be updated (almost daily) with music that we (humbly) think is worth sharing. we are not bound by any specific genre. expect anything from chopin to bowie to vampire weekend. to purchase / download any track, click the ‘buy track’ link on the website and you will be redirected to amazonmp3 download store.

um pouco de nyc love

Eu tenho uma prova pra estudar, mas vim aqui rapidinho postar uma playlist.

 

Essa talvez seja uma playlist bem variada, considerando que eu ultimamente só ouço música calminha… Anyway, isso aqui é pra dar um gostinho do cenário musical de New York City!

1. Greg Laswell – Comes And Goes

Então, o Greg é da California, mas eu sei que ele tá morando em NYC. Por pouco não devo ter esbarrado nele. Ele é bem conhecido de gente que se amarra em trilha sonora de série, especialmente de Grey’s Anatomy. Ele deve ter bem umas cinco músicas fazendo parte da OST. Essa é uma delas.

2. Sharon Van Etten – For You

Essa linda é do Brooklyn, como grande maioria das bandas de NYC. Eu vou admitir que soube da existência dela por causa de Lost In The Trees (LITT). Super vale dar uma conferida nela.

3. Harper Blynn – Bound to Break

Outra banda conhecida por meio de LITT. São super gente fina e eu ainda fico deslumbrada com a diversidade dessa banda. Quatro caras diferentes que se dão bem, cantam pra caramba e fazem música feliz. Adorei.

4. Suckers – Before Your Birthday Ends

Banda animadinha. A primeira vez que eu ouvi essa música, fiquei assustada. Tipo achei o vocal meio suspeito. Mas na terceira vez já tava acostumada. “Brooklyn’s Suckers are a bright new pop band that makes music that reflects the pleasant, easy-going side of life” , palavras do Oh My Rockness.

5. Tony Castles: Black Girls in Dresses

HAHAHA. Não conheço muuuuito essa banda, e essa música é legal, nada demais. Mas esse video, puxa vida.

6. The Albertans – Marie

Projeto novo de Joel Bravo. Música popzinha, não é muito meu forte, mas achei bem legal, comparado ao pop maciço de hoje em dia.

7. French Horn Rebellion – This Moment

Outro HAHAHA. Sempre tive uma queda, um abismo por flashback. Se duvidar eu até danço. Acho que por isso essa música tá aqui. Não é flashback, mas é algo recentemente bom.

8. Savoir Adore – Sarah’s Secret

Banda bonitinha. Começou com duas pessoas, Deidre Muro nos teclados e Paul Hammer na bateria. Agora são seis. Escolhi essa música em particular por causa do video *-*

9. Elizabeth and The Catapult – Taller Children

Claro que não podia faltar ela. Esse clipe é tão legal! Já comentei dela aqui uma vez. Cheguei a conhecê-la esse ano. Ela disse que eu provavelmente sou a única fã brasileira dela. HAHA.

Aí vai um brinde, Elizabeth Ziman e Greg Laswell:

E mais uma coisinha, queria indicar esse site pra vocês, o NPR.org, uma organização de midia muito legal. Sério mesmo. Eles tem o chamado Tiny Desk Concerts, que literalmente quer dizer ‘Concerto numa pequena mesa’ … aqui vai alguns pra vocês:

Esperanza SpaldingIron And WineAdeleLuisa MaitaSeu Jorge!!!Rodrigo y GabrielaThe Avett BrothersThe Tallest Man On Earth e e e e e e e e e e e Lost In The Trees

Enjoy!

Official SoundTracks

Aloha!

Primeiro post decente no novo layout hehehehe

Então, hoje resolvi falar de assunto meio alternativo. Trilhas Sonoras. Sim, música + filme, combinação perfeita. Mas por alguma razão eu sinto que as pessoas não dão muito valor pra esse estilo. Assim, quando elas estão lá assistindo o filme, de boa, super compenetradas e aí no momento exato toca a música exata e tudo fica lindo,as falas, o feeling, tudo se encaixa perfeitamente e você sente que aquela é a cena mais perfeita ever. Pois é, trilha sonora é importante também. Na minha opinião, 40% do filme é construído por ela. Se as músicas forem, assim, erradas ou tão nada a ver que você nem escuta, o filme tem chance de flopar no meu conceito, ou seja, se eu não curtir a trilha ou se ela for dispensável, well, o filme com certeza não vai fazer muita diferença pra mim. Não estou sendo extremista aqui, veja você. Só acho que se as duas coisas casarem, é meio dificil eu não curtir =)

Então, pensando nisso, decidi fazer uma listinha das OST que eu mais gosto. Mas tá em ordem aleatória, vou lembrando vou colocando! E aqui é só os top top, porque tem muuuitos filmes com trilhas sonoras legais.

Rapidinho, antes de seguir com a lista, é preciso esclarecer uma coisa. Não sei se todo mundo sabe, mas existe dois tipos de trilha sonora: a normal (various artists/ soundtrack) e a score, que é só das músicas instrumentais. Então alguns filmes só tem Score (como, sei lá, Pride and Prejudice) e outros tem os dois (como New Moon, se não me engano). Dito isso, vamo lá.

1. Elizabethtown (Tudo Acontece Em Elizabethtown)

Acho esse filme TÃO fofo por motivo inespecífico. Mentira, a trilha é boa (tá aqui por isso nean) e o tema dele em si é bom, tipo morte e tal, fracasso, coisas ruins da vida né. Mas o que eu mais gosto é a parte da Road Trip. Gente, ROAD TRIP *-* MOCHILÃO. Adoro demais, queria viver só de mochilar por aí.

Anyway, de volta a trilha. Essa foto aí de cima é da Score do filme, os instrumentais. Vejam vocês que existem DOIS cds de Score desse filme! Todos pela Nancy Wilson(Vanilla Sky/P.S. I Love You). Mas na verdade eu gosto mesmo é do ‘various artist’ (o tipo normal). Entre as minhas preferidas estão It’ll All Work Out(Tom Petty) e My Father’s Gun(Elton John). Essa última, nossa, ficou em loop infinito por meses na minha playlist.

Essa trilha é praticamente composta pelo Tom Petty. Ele canta uma porrada de música. E eu curto o cara e esse estilo folk e old times. Sem falar que tem Moon River também na trilha e essa música me mata (*cold case*). Mas fica aí a dica. Download here.

2. Meet Joe Black ( Encontro Marcado)

Esse é meu filme preferido. Eu sei. Eu toda fã do terror e do gore e meu filme favorito é todo mimimi. Well, não é tão ruim assim antes meu filme preferido era My Best Friend’s Wedding … podia ser BEM pior… Anyway, nesse filme o que me encantou mesmo foi a Score. Na real, nem sei se tem outro CD. Acredito até que eles misturaram músicas instrumentais com as normais. Mas na verdade a única música ‘normal’ que eu lembro no filme é Somewhere Over The Rainbow/What A Wonderful World do Israel Kamakawiwo’ole, que toca nos créditos hehehehehehehe Então, a música que me ganhou e que mexe com meu coração é Whisper Of a Thrill. O responsável pela Score é o Thomas Newman( The Shawshank Redemption/American Beauty). Bom, não sei quantos de vocês tem uma queda por música clássica/instrumental e tal, mas aí vai o link do download.

3. Kick Ass ( Kick Ass – Quebrando Tudo)

HAHAHAHAHA. Esse filme é massa demais. Adoro a Chloe Moretz. Ela é que tá no remake de Let the Right One In. Vou ver porque né.

Voltando a trilha. Gente, esse é um dos poucos filmes em que a trilha as vezes se sobressai mais do que a história. Perfeito exemplo de como ela pode influenciar positivamente a história. Você fica totalmente na vibe do filme, muito onda. É uma trilha mainstream devo dizer, but whatever. Entre os destaques estão An American Trilogy do Rei Elvis e Make Me Wanna Die da The Pretty Reckless, vulgo a banda da Jenny de Gossip Girl. Mas as minhas preferidas, claro, são Stand Up (The Prodigy), Banana Splits (The Dickies) e Bad Reputation (The Hit Girls(?)) pelo simples fato de que elas tocaram no momento certo do filme e pra mim, deram toda a magia e a vibe cool do filme. Aqui tem pra baixar.

4. Pride And Prejudice ( Orgulho e Preconceito)

Dario Marianelli (V for Vendetta/ Atonement), seu lindo. Ouvir a música que toca o filme todo, seja quando a Lizzie esta tentando ou então quando a irmã do Mr. Darcy toca divinamente bem( o nome da música é Dawn), me fez querer ter aulas de piano URGENTE. Até fiz, por 5 meses. Ou seja, tô na mesma. Queria voltar a fazer, mas cadê piano/teclado/qualquer coisa pra eu treinar? Sério, sem treino eu vou levar uns 10 anos pra aprender, mais 10 anos pra saber tocar essa música e mais 10 anos pra tocá-la bem. Mas então, outro cd de Score, muito lindo. Adoro. Baixem.

5. Into The Wild (Na Natureza Selvagem)

Já que eu tô na vibe das coisas calminhas e profundas… nada melhor do que falar  de Into The Wild. Acho muito massa que todo mundo que vê esse filme, ama. Simples assim. Eu também amo, eu também chorei e eu também quero fazer o que ele fez. Ok, vamos voltar pra trilha do filme. Outro exemplo de como a trilha casa com a história e tudo fica lindo e os nossos sentimentos são intensificados 1000x. Né não? Eddie Vedder( Pearl Jam) em todo o seu brilhantismo aqui. As minhas preferidas são Hard Sun, Guaranteed, No Ceiling, Society e todo o resto do cd. É simplesmente lindo, cara, não dá pra escolher. Se você ainda não viu o filme (seu louco), CORRE e veja. E se você não tem a OST, agora você pode ter.

6. Saw (Jogos Mortais)

Ahhh… eu lembro do dia que eu fui assistir esse filme. Tinha apenas 14 anos e empurrei meus dois primos mais velhos que nem são fãs de cinema (WTF) comigo. E lembro da sensação que senti ao sair do cinema depois de um puta filmasso. Sem falar do prazer em ouvir eles falando que tinham adorado blablabla. Lindo de viver. Coisa que acontece, assim, uma vez na vida outra na morte, nem lembro mais qual foi o último filme que vi e que mexeu comigo mentira foi Black Swan mas tinha que falar isso pra dar ênfase a ideia hehehe Anyway, James Wan, você é mara como diretor! E a trilha, ui. Pra falar a verdade, eu gostei porque, de novo toda hora, a trilha casou com o filme e o feeling foi muito bom. Mas tenho que ressaltar a melhor parte pra mim. SPOILER SE VOCÊ AINDA NÃO VIU. Hello Zepp tocando na hora que o Jigsaw, que passa o filme todo se fingingo de morto, levanta naquele quarto escuro, abre a porta e vai embora, FOI lindo. Me ganhou. Hello Zepp já foi até meu toque de celular. A trilha você pega aqui.

E aí a gente fecha com os filmes. Mas eu reservei um espaço pra falar de uma galera especial. Porque, afinal, não se fala de OST sem falar de, por exemplo, Danny Elfman, né?

Então, começando por ele. Todo mundo já ouviu falar né? NÃO???? Poxa. O cara assim é tipo o rei da coisa, tem milhares de trabalhos fodásticos. Vou apenas citar meu favoritos: The Nightmare Before Christmas, Big Fish, Chicago, Desperate Housewives… Ele tem muitos trabalhos!

Outro também que não poderia faltar é o Hans Zimmer. Não parece familiar?? Bom, aqui vai SÓ os meus preferidos: The Lion King, Hannibal, The Ring, Madagascar, Pirates Of Caribbean: Dead Man’s Chest, The Dark Knight e Inception. O cara é f***. Meu preferido so far in the moment.

E por último, Alexandre Desplat. Tenho que admiti que conheci o trabalho dele através de New Moon… E assiti Julie & Julia também. E Harry Potter and the Death Hallows é dele, as duas partes. Outro famoso é Girl with a Pearl Earring. Fora os milhares de filmes franceses com os quais ele colaborou. Tem futuro esse aí.

De novo, Thomas Newman, porque não posso deixar de mencionar: Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events, Finding Nemo, Fried Green Tomatoes.

E pra acabar, uma menção honrosa a Daniel Licht, por Dexter, porque eu amo a música do final. HEHE

E aí, quais são os compositores/as trilhas sonoras preferidas de vocês?

“Minha banda Indie”

Todas as redes sociais de hoje em dia tem seus joguinhos… Uns legais, outros totalmente descartáveis… Decidi postar um deles aqui hoje porque julgo ser um daqueles interessantes, que se salva.

 

Não sei bem se ele começou no Facebook, mas sei que já roda por lá faz algum tempo. E junta coisas que eu gosto= fotografia+quotes.

O nome dele é ” Minha banda indie” e aqui vai a explicação:

1ª PARTE – Entre nesse link ( http://en.wikipedia.org/wiki/Special:Random ) O primeiro artigo da Wikipedia aleatória que aparecer vai ser o nome da sua banda. 2ª PARTE – Após saber o nome da sua banda clique nesse link (http://www.quotationspage.com/random.php3 )As 4 ou 5 últimas palavras da última citação serão o nome …do álbum da sua banda. 3ª PARTE – Depois entre no endereço (http://www.flickr.com/explore/interesting/7days ) Terceira foto que aparecer, não importa qual seja, será a capa do álbum. 4ª PARTE – Use o photoshop ou similar, usando todas as informações para criar a capa do CD. 5ª PARTE – Faça a marcação dos seus amigos na imagem para que eles façam também a capa de seus cds.

A quinta parte né, fica pro facebook mesmo. Se você for fazer o seu, já sabe como mostrar pros amigos e pedir pra eles fazerem também… Anyway, achei tão legal que fiz quatro ‘bandas indies’ :

1. It Happened Tomorrow – The same mistakes, only sooner.

 

2. Her Scape – New action brings new strength.

3. Osovets Offensive – Only hurts the first time.

 

4. Antimetric – World will imagine the worst.

Achei bem legal pra que não tem nada pra fazer (eu) ou até pra quem precisa de criatividade pra dar nome a sua banda, cd  ou até música…. sei lá né.

 

Por hoje, só. Até a próxima.

Rainy

Mais que belo dia de chuva.

Não ser fã de guarda chuva proporciona uma das melhores coisas da vida, né não? Então, depois desse balde de água gigante que caiu por aqui…. ficou aquele tempo nublado e um ventinho gostoso pra curtir.

E nada melhor do que relaxar com um pouco de música boa pra combinar.

Bom, se as músicas são boas ou não, isso vai de cada um. Mas essa playlist definitivamente me ganha em tardes assim…

Lover, You Should Have Come Over

Blue Alert

The Greatest

Freely

Flume

Apathy

Between the Bars

Let It Die

Don’t Let It Bring You Down

Eu poderia colocar mais umas 5 músicas pelo menos, mas a essa altura todos nós já teríamos caído no sono. Porque né, tarde fria e escura + música boa = o melhor cochilo do mundo. Falando brevemente dessa lista, tem uns covers né? Eu tenho uma grande queda por covers de músicas que eu amo. Acho legal ter a mente aberta para novas possibilidades musicais. E não é que eu prefira os covers às originais, é só que tem algumas vozes e ritmos que combinam mais sabe? Por exemplo essa do Jamie Cullum, pra mim é o melhor cover dessa música do Jeff. E Metric cantando Elliot Smith? By far essa é uma das minhas playlists favorita. Até porque não é sempre que o clima me dá a oportunidade de ouvi-la perfeitamente.

Então, enjoy!