1 ano atrás

essa data caía numa quinta feira e eu estava indo para o Canadá. Na real, neste exato momento eu estaria na UEA resolvendo minhas ultimas pendências…depois iria para o aeroporto,lá pelas 20h , encontraria a Rachel, a Luana, o Alexandre… Depois encontraria a Alana trabalhando na Delta e depois indo conversar comigo na sala de embarque. Meu voo atrasaria mais de uma hora… Eu ia dormir como uma pedra e acordar 5h depois, no meio de um oceano lindo.

Aí descobriria a MARAVILHA que é ver filme no avião e assistiria Uninvited. Depois, chegaria em Atlanta às 9h da sexta feira, em cima da hora do meu próximo voo. Demoraria na Imigração, pegaria  minha mala para logo despachá-la, mesmo estando super atrasada. Correria pra chegar no portão de embarque pra Boston só pra descobri que ele já teria partido. E o desespero começaria. Enfrentaria filas e mais filas, usaria meu inglês pela primeira vez pra tentar chegar em Halifax ainda na sexta. Conseguiria um voo pra New York que só sairia às 16h e depois pegaria um voo às 20h pra Halifax. Ligaria para minha mãe e logo após pra minha host family, que até então eu não conhecia. Depois ia comer minha primeira refeição em terra estrangeira e esperar o tempo passar.

Até aquele ponto eu estava achando tudo ok. You know, primeira vez viajando sozinha e logo pra fora do país, era de se esperar alguns problemas. Mas a verdade é que eu não esperava MESMO. Achei que tudo fosse ser certinho. Em nenhum momento achei que coisas fora do planejado poderiam acontecer e eu teria que lidar com aquilo sozinha. Quando chegou a hora, acho que me saí bem. Não foi tão ruim quanto parece e fiquei até empolgada. Passei 7 horas no aeroporto de Atlanta esperando pelo meu voo pra NY. Dei uma bela passeada no lugar, que tem 842374293472 portões e trem pra se locomover entre os terminais .-. Vi muitas coisinhas, comprei lembrancinhas, vi soldados huhuhuhuhuh

Meu voo pra NY ainda atrasou uma hora. Mas pousamos in time. O problema foi que simplesmente não tinha lugar pro avião taxear (?) e tivemos que ficar parado no meio da pista esperando. Ainda eram sete e pouco, eu ainda tinha um tempinho pro meu prox. voo. Mas tinha gente lá SURTANDO porque iam perder conexões pra europa e coisa e tal. Depois de meia hora pra poder ir para o portão, saí de lá em busca do meu próx. portão de embarque. Já era mais de oito horas e eu estava levemente desesperada, com medo de perder o voo. Cheguei no portão e achei que a sorte estava ao meu lado quando vi que o voo de NY pra Halifax tava atrasado e só saía nove e pouco. BELEZA. Fui atrás da minha mala. Achei uma moça responsável pelas bagagens e tal e depois de bisbilhotar mil coisas na minha bolsa leia-se tickets de remarcação de voo e afins descobri que não tava com o papel da minha mala. Dei uma leve surtada e resolvi que só pensaria nesse assunto quando chegasse em Halifax. Voltei pro meu portão só pra descobri que o voo pra Halifax que tava atrasado agora estava CANCELADO. Tive que ficar numa fila POR TRÊS HORAS, morrendo de fome porque ainda não tinha comido direito since Atlanta e não podia sair da fila se não perdia meu lugar. Na minha vez, um pouco depois da meia noite, a moça diz que só tem UM voo pra Halifax por dia e que o de sábado já estava lotado. Ela remarca minha passagem pro voo de domingo mas diz pra eu vir no sábado, tentar a sorte. OK. Hora de arranjar um lugar pra dormir. Mas não sem antes ligar pra mamãe e me matar de chorar de raiva, deixando ela MEGA TRIPLA INFINITAMENTE preocupada .-. OK, my mistake. Era a primeira vez que passava um perrengue internacional. Devia ter lidado com aquilo by myself…mas… anyway. Achei um motora de táxi gente fina que até elogiou meu inglês, ficou com pena de mim e me ajudou a achar um hotel perto do AERO, numa sexta a noite.

Essa é a vista da janela do meu quarto no Howard Johnson NY. Pense numa menina sortuda que tinha 19 anos na época e conseguiu um quarto num hotel de NY que não podia hospedar menores de 21 anos desacompanhados. Pois é. Contei toda a minha luta e tal e a moça foi super simpática comigo, até me ajudou a fazer panqueca no dia seguinte. E lá fui, no sábado, pro aeroporto novamente. Esperta como só eu sou, achei que ia conseguir uma vaga no voo lotado de sábado, já que PELOAMOR né, quem é que iria querer ir pra Halifax???? NÃO, deixa eu refazer essa pergunta… Quantas mil pessoas estariam indo de NY pra Halifax num sábado a noite?????? Pois é, com esse pensamento, fechei minha conta no hotel e me mandei pro aero seis da tarde, no shuffle DE GRATIS do hotel. Cheguei lá, liguei pra mamãe e ela disse que a minha agente tinha conseguido remarcar um voo pra mim no sábado… Ai fui atrás de alguem pra me ajudar a achar meu voo. Aí um cara muito fofo do aero resolveu me ajudar, claro que depois de eu contar tudo o que fizeram comigo, né? Aí ele olhou o sistema e disse que não tinha nenhuma passagem no meu nome, a não ser a de domingo. BELEZA. Cheguei no portão do voo de sábado pra Halifax e ele estava TOTALMENTE lotadasso. E eu não era a única nem a primeira na fila de espera praquele voo. MORRI. Quando começaram a embarcar pro voo, me fiz de desentendida e entrei na fila. Na minha vez me botaram de lado né, porque eu era ESPERA e nem tinha assento pra mim nem nada. E aí, que embarcou todo mundo do voo e ainda tinha gente que NÃO era da lista de espera, que tinha comprado a passagem bonitinha e certinha, junto com a sua familia, e não conseguiu embarcar?!?!?! Sim, pessoal SAFADO ORDINÁRIO da DELTA fazendo OVERBOOK FOR LIFE. Nem vou perder meu tempo xingando a Delta aqui, porque né, pra quê?  MAS não viajem de Delta, é dor de cabeça NA CERTA. Eles provavelmente investem milhões em algum setor pra lidar com clientes estressados devidos ao MAL serviço que eles oferecem. E se esse setor existir mesmo, ele é um cocozinho.

ANYWAY. Lá estava eu em NY num sábado a noite e sem mala. Tive a brilhante ideia de comprar uma blusa no aero mesmo, pegar um táxi e voltar pro HOJO…

Sobrevivendo com essa blusa, um moleton da Taco e minha blusa de manga comprida preta e branca. Ai beleza, chega domingo. Eu, sem nada pra fazer, num lugar muito distante da NY dos filmes e tal… fui pro aero meio dia, sendo que o voo era só  oito da noite. Cheguei lá….peguei mais uma fila… vi um cara que trabalha no aeroporto TACANDO uma mala no chão… e quando fui atendida, descobri que meu voo já estava CANCELADO. MAAAAAAAAAAAAAAAAAAANO, MEU VOO DE OITO DA NOITE TAVA CANCELADO DESDE MEIO DIA COMOFAS? O cara me explicou que o aero de Halifax tava fechado devido às condições climáticas (devo lembrar que estávamos no VERÃO) e que não tinha previsão de voltar nem nada. Foi aí então que me veio a mente de que a DELTA nunca iria me levar a Halifax. Não me entendam mal, eu ADORARIA ficar em NY forever, mas eu tinha um curso pra fazer lá, curso que começava na terça e custou caro pra cacete. E uma familia linda pra conhecer e altas aventuras para viver e …. Anyway, liguei pra mamãe de novo né (dependente é fueda) e ela me deu a brilhante ideia de ir atrás de outra companhia… URRUL \o/ Ai fui atrás da Air CANADA né… porque se a Air Canada não conseguir me levar pro Canadá, nenhuma outra conseguiria… Daí descobri que o JFK é tipo o aero de Atlanta… Peguei um TREM pra mudar de terminal, me perdi, mas achei a Air Canada… E eles me informaram que só faziam embarques ali, que pra comprar passagem no balcão eu tinha que ir pro La Guardia… Aí peguei um ônibus que leva a galera do JFK pro La Guardia por 20 dólares. Cheguei lá, expliquei toooodaaa a minha história pra moça do balcão ( rapaz, parece coisa de filme né? mas funciona mesmo, ainda mais quando você começa a lagrimar hehehe) aí ela me arranjou uma passagem pra Montreal e depois Halifax, pra segunda feira. Ainda conseguiu um hotel pra mim perto do La Guardia e um shuffle pra me levar de GRÁTIS.  E, meu, que hotel *-*

E aí foi tudo lindo, tudo certo… Assisti o meu primeiro episódio de True Blood, um que a Sookie tava presa num porão com mais alguém, comi um pedaço de uma pizza MUY RUIM… e dormi. Acordei cedinho, peguei o shuffle for free… cheguei no aero, o voo tava certinho *-* Fui pra Montreal…

Não dá pra ver né, mas é meu voo pra Halifax, certinho e sem atraso *-* Aí cheguei em Halifax finalmente, na segunda, minha family tava lá… fomos resolver o lance da minha mala, que tava perdida em Boston (sim, minha mala foi, mas eu não né) e chegou uma semana depois de mim, quebrada e sem minhas lentes e bla bla bla… e aí eu fui morar nesse quarto pelos seis meses seguintes do ano passado:

E aí vivi os seis meses mais legais da minha vida so far… aprendi um bocado e é isso. Era exatamente isso que estava acontecendo nesse dia há um ano atrás. =D

Anúncios

2 pensamentos sobre “1 ano atrás

  1. Cara, não sei se é TPM, se tô ficando tão sentimental assim, mas esse teu post nostalgico me deixou em estado levemente lacrimejante. Nem imagino a dimensão do perrengue que tu passou, deve ter te estressado horrores mesmo, mas pensando por um lado, é legal ter o que contar depois né? Parar e pensar que aconteceu TANTA coisa diferente em uma viagem que podia ter sido simplesmente… uma viagem.
    E eu ainda acho que daqui a alguns anos nós vamos nos encontrar e nos jogar em NY e sugar tudo que a cidade tem (se ela não sugar a gente antes)!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s