Errr

Sabe quando você sabe que você tem que postar, mas nenhuma idéia brilhante brota em sua mente?

pois é.

hehe.

Vou ficar escrevendo coisas aleatórias aqui até cansar.ou não.

Tipo assim, eu tô com medo da faculdade :S eu tenho uma matéria assustadora que me faz pensar seriamente que reprovarei… como proceder? eu sei, eu tenho que estudar (dãã), mas não adianta só estudar neh, na faculdade você tem que ler,aprender,estudar E forma uma opinião sobre assunto.Saudades das decorebas do ensino fundamental.

Também tem a viagem… o medinho começa a aparecer! Déls, eu vou mudar de vida por 6 meses, vou viver em outro mundo! Vou ter que comer coisas que eu não curto, ter que socializar em outra lingua que eu não domino… e se eu fizer alguma mancada logo de cara ? e se ninguém quiser ser meu amigo? e se eu só encontrar gente feia? como proceder? E se as pessoas daqui me esquecerem?

ok, eu nem sou tão sentimental assim.

e também não gosto de postar coisas desse tipo, pararei aqui e prometo um próximo post mais digno de mim ;*

eu quero…

um celular tipo esse ;B

blackberry_storm

comoproceder????

OK, han, amanhã é feriado e sexta tenho três provas *-* e tô rezando ainda pra me formar com meus caros coleguinhas da facul,mesmo com o intercâmbio ae,

btw,

101 dias pro Canadá…Quem aí acha que falta muito?

Um novo Amityville?

Chega aos cinemas nessa sexta se tudo der certo The Haunting in Connecticut (Evocando Espíritos).

E nós com isso? Bom, vocês eu não sei, mas eu vi o trailer e achei assistível. Tá, primeiro achei a copia cuspida e escarrada de Amityville,tirando o fato de não ter gato-rey Ryan Reynolds.Uma família  se muda para uma casa nova para que um dos filhos possa ficar mais próximo da clínica onde  é tratado (ele tem câncer). Lá, ele escolhe fazer do porão o seu quarto. Aí já sabe né? CLARO que altas coisas vão rolar. Ele começa a ter sonhos e ver gente por lá. Pelo que eu entendi, alguns familiares deles vão passar um tempo na casa e todos presenciam fatos paranormais. Get’s better. A mãe começa a se preocupar quando seu filho aparenta estar ficando possuído e procura a ajuda de um padre. Eles descobrem que a casa antigamente costumava ser palco de atividades terríveis: ela era um ‘centro espírita’ e suas atividades pareciam ir mais além do que apenas fazer contado.E pra fechar com chave de ouro,é baseado em fatos reais.

Repararam nas semelhanças? Eu gostei de Amityville, só achei que seria mais assustador… e vendo o trailer deste filme,

tive a impressão de que ele pode ser legal e surpreendente (apesar de TODOS os filmes com fantasma estarem ficando repetitivos).

Bom, porque eu tô falando dele e pretendo assistí-lo? Por simples duas razões:

1. Virginia Madsen, que além de ter o nome da minha mãe, estava ótima em The number 23;

2. Kylle Gallner, que não é um nome MUITO comum de se ouvir, mas pra quem é fã de seriados, como eu, vai com certeza reconhecê-lo. Ainda não tinha tido a oportunidade de vê-lo num papel grande, por isso o interesse.

Agora, só espero que estréie logo aqui tbm ;D

Evocando Espíritos (The Haunting in Connecticut, EUA, 2009)

Gênero:
Suspense, Terror
Duração: 92 min.
Diretor: Peter Cornwell
Roteirista(s): Adam Simon, Tim Metcalfe
Elenco: Virginia Madsen, Kyle Gallner, Elias Koteas, Amanda Crew, Martin Donovan (2), Sophi Knight, Ty Wood, Erik J. Berg, John Bluethner, D.W. Brown, John B. Lowe, Adriana O’Neil, Will Woytowich, James Durham, Darren Ross (1)

Estréia: 17.04.2009

Twitter,minha gente.

English version HERE.

Bom,hoje me deu vontade de falar sobre algo meio,hum, batido?
TWITTER.
Sim,pra mim é algo meio batido,considerando que eu já li muito mais matérias sobre esse programa do que eu gostaria.Mentira,gostei de ler sim, agora vou dar meu parecer sobre o assunto.

Pra início de conversa, eu decidi entrar nessa rede depois que li uma matéria sobre ele na revista Época,edição 565,de 16 de março de 2009.Não era coisa simples, era a matéria de CAPA.

epoca 565

Eu já tinha ouvido algo sobre essa rede.E depois que li a matéria, sei lá,criei um certo “carinho” pelo Twitter.
Fiz minha conta e comecei a seguir alguns amigos e algumas personalidades de lá.E minha primeira grande surpresa veio com o Perez Hilton.Ele simplesmente anunciou a morte da atriz Natasha Richardson antes de todo mundo.Sim!Depois de dois dias é que foram confirmar mesmo a morte dela (minha amiga Larissa comenta mais sobre esse caso AQUI).
Minha segunda grande surpresa foi com a atriz Demi Moore, que supostamente ajudou a evitar um suicídio.
E a minha terceira surpresa…huh, nem tão importante assim, mas que merece destaque aqui, é a conversa cheia de elogios entre John Mayer e Demi Lovato,pelo Twitter.Achei essa,no mínimo,engraçada.

O fato é que, sim, eu acredito que isso vá se tornar uma febre,mais que isso, Twitter ainda vai me surpreender muito.E é diversão garantida!Eu recomendo! (e a revista Época também, já que parece que em toda edição ela faz menção a algo relacionado ao Twitter!)

Quer se juntar? twitter
Quer me seguir? clauudinhaa
Quer ler sobre os fatos citados acima e ainda sobre coisas legais do Twitter? mashable.com

Revista Época

“THE” sonho!

Numa noite dessa semana eu tive um sonho louco.Todos temos,mais de um até.Mas esse foi especial.
Esse mostrou que meu subconsciente não esqueceu e ainda concorda com algo que há muito eu achava ter
superado.Bom, primeiro vamos ao sonho, que basicamente se resume a isso:

montagem minha,fotos do google =*

montagem minha,fotos do google =*

Explicando fatos que não constam na imagem: sonhei que estava em São Paulo indo encontrar alguém.Não sei se acordei de leve ou só me mexi,mas o sonho mudou um pouco de rumo.Eu estava num lugar agitado, uma festa de criança ao ar livre, da minha priminha pra ser exata, cheia de gente.E a pessoa que a princípio eu procurava estava presente agora.E aí todos sentimos o chão tremer, como num terremoto.Nesse momento novamente algo que eu não consigo lembrar ocorre, causando uma leve mudança.O chão ainda tremia,mas não era um terremoto, era um avião passando muito baixo, quase raspando nossas cabeças.O pânico domina a cena e eu,no sonho, só consigo pensar em correr…correr atrás daquela pessoa que eu iria encontrar no começo do sonho e que estava na festa.Aí eu tenho certeza que eu acordei, olhei o despertador, vi que dava pra dar uma enroladinha na cama e dormi de novo.O sonho meio que continuou,mas agora eu já estava desesperada,pois a queda do avião resultaria no fim do mundo.Como eu sei que o avião tava caindo? Primeiro,eu SEMPRE sonho com queda de avião, e segundo porque eu estava esperando um elevador num corredor, e da janela de lá dava pra ver ele indo em direção ao chão, QUASE QUE EM CÂMERA LENTA.
Como eu sei que o mundo ia acabar com a queda dele? Primeiro, o desespero que eu sentia não era apenas por ainda não estar com o ser que eu procurava e que estava na festa e que eu corria atrás e nem pelas pessoas no avião (sempre que eu sonho com queda de avião,sinto desespero pelas pessoas dentro dele,normal).Segundo porque, ao fundo, em algum canto muito sem noção, pessoas corriam e o som de alguém falando pela tv noticiava que o avião, que ainda estava caindo lentamente, iria destruir O MUNDO TODO.

Aí eu não lembro muito bem como acabou o sonho,já que se passou algum tempo desde que ele ocorreu. O fato é que, a pessoa perseguida por mim no sonho existe.Há uns 6 anos atrás eu o vi pela primeira vez, e foi amor instantâneo.E rolou toda aquela novela-mexicana-de-amor-platônico-de-pirralha-tímida-e-rejeitada. Mas não foi só por um mês, três meses, nove meses, um ano, três anos.Foi até pouco tempo atrás (2007 talvez), o que quer dizer que foram  quase 5 anos acreditando piamente que eu havia encontrado o amor da minha vida e que um dia haveria de acontecer algo entre nós.Aí ele mudou de cidade e eu meio que morri.Nessa altura da minha vida (meus 16 anos) era o único sonho estável que eu tinha.Eu não sabia pra quê eu ia prestar o vestibular,o que eu ia comer no almoço ou se mudava de escola ou não, mas sabia quem era o amor da minha vida.Porém,entretanto, todavia, por alguma força maior (porque eu AINDA acredito em forças MAIORES) acontece de eu sempre estar indo para a cidade onde ele mora atualmente.E numa dessas vezes a gente se encontrou, e foi legal, foi a primeira conversa de verdade verdadeira cara-a-cara em ANOS!E toda aquela chama se acendeu e queimou,mas nada aconteceu,ainda.Aí eu voltei, e a chama enfraqueceu.E toda vez que eu ia pra lá,a chama ficava um tiquinho mais forte, mesmo se eu nào fosse encontrá-lo. E dessa última vez que eu fui, a chama ficou meio-que-quase-apagada.Eu não fui encontrar com ele.E me arrependi quando voltei,mas ok.Aí eu achei MESMO que tinha superado.Até ter esse sonho ( eu não ia contar um sonho alucinante se não fosse por uma razão plausível, a qual ainda não alcancei). Sim, foi mais um sonho doido e com ele.Mas quando eu acordei,dos vera, eu simplesmente percebi que eu não ia deixar de amá-lo.Ele pode não ser o amor da minha vida, a gente pode nunca ficar junto, sei lá, mas o sentimento não morre. (Não morre mesmo,já fui rejeitada várias vezes e ainda tô na mesma).
É aí que eu chego onde eu quero chegar que é: se um dia eu casar com outra pessoa e se a pessoa for você que está lendo (fantasma?) , saiba meu caro que pelo menos 1/4 do meu coração NÃO será seu.E fique de boa com isso, oks?


( Juro que não faço mais postes enormes falando da minha vida(?) amorosa,fique tranquilo)

“Two spinning spheres, they spin together/I’m gon’ spin alone/I don’t know how I can do this/I don’t know how to get through/It’s alright, It’s alright/I can’t stop loving you.”

Change the future, through the past.

butterfly-horz1

“Evan decides the destiny he wants (the better choice) and then go to Howard MD to erase the memories of the lifes he didn’t choose.”

Essa seria uma boa interligação entre esses dois filmes,na minha opinião, geniais.Sim, porque que outros desejos gostaríamos de alcançar mais do que poder administrar nossas lembranças e refazer nossas histórias?

Bom, eu não estou aqui para filosofar nem nada,mesmo sendo quase meia-noite. a fome não me deixa pensar

Só queria fazer menção a esses filmes que têm uma temática tão parecida e,claro, nos deixa mensagens especiais.

“Eternal Sunshine Of A Spotless Mind/Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças”

Joel: I can’t see anything that I don’t like about you.
Clementine: But you will! But you will. You know, you will think of things. And I’ll get bored with you and feel trapped because that’s what happens with me.
Joel: Okay.
Clementine: [pauses] Okay.

“Eu não consigo ver nada que eu não goste em você.Mas você verá!Você verá.Você sabe, você vai pensar em alguma coisa.E eu ficarei entediada com você e me sentindo presa porque é isso que acontece comigo.Okay.Okay.”

“Butterfly Effect/Efeito Borboleta”

Evan: Where’s Kayleigh?
Lenny: Who’s Kayleigh?
[Evan looks confused]
Lenny: You want me to take you to the doctor?
Evan: No, I think everything’s gonna be all right this time.

“Onde está Kayleigh?Quem é Kayleigh?Evan olha confuso.Você quer que eu te leve ao médico?Não, eu acho que tudo ficará bem dessa vez.”

It has been said something as small as the flutter of a butterfly’s wing can ultimately cause a typhoon halfway around the world. – Chaos Theory